Satanoperca acuticeps

1” – Ausência de uma mancha escura na extremidade posterior do opérculo......................3

3” – Arranjo dos lábios tipo “americano”, ou seja, a pele do dentário dobra-se sobre a da extremidade posterior da pré-maxila (Fig. 51.1b)...................6

6” – Mais de uma série de dentes nas maxilas, todos os dentes móveis (depressíveis)..................7

7” – Primeiro arco branquial com rastros curtos e menos numerosos (40 ou menos rastros)............9

9” – Escamas da linha lateral com um canal sensorial ...........................11

11’ – Expansão óssea e cutânea da região superior do primeiro arco branquial formando um lóbulo bem desenvolvido (Fig. 51.2a)..........................12

12” – Mancha nos flancos ausente ou situada no meio do corpo, em posição médio-lateral..........13

13” – Mais de 13 rastros no primeiro ceratobranquial......................15

15” – Toda a área entre os infraorbitais e a porção exposta do pré-opérculo coberta por escamas; membranas inter-radiais das nadadeiras dorsal e anal desprovidas de escamas..............................16

16’ – Uma faixa longitudinal escura nos flancos .....................................17

17’ – Faixa longitudinal e barras verticais escuras nos flancos bem evidentes (pretas), as barras tornando-se manchas próximas à base da dorsal nos adultos............Satanoperca pappaterra

17” – Faixa e barras do flanco pouco evidentes, tanto nos juvenis quanto nos adultos ............................................................Satanoperca jurupari

18’ – Três manchas arredondadas nos flancos abaixo do nível do ramo anterior da linha lateral ...............................................Satanoperca acuticeps

18” – Uma mancha na região médio-lateral dos flancos no nível e acima do ramo anterior da linha lateral.........................................Satanoperca lilith

 

CLIQUE AQUI! COMPRE NOSSO E-BOOK!
VENDA DISPONÍVEL NA AMAZON.COM
COLEÇÃO: AMAZÔNIA, O MUNDO DAS MULHERES DO NORTE

WAWATU DA AMAZÔNIA 

 

      Na Amazônia, do século XIX, devido à cobiça pela borracha, Wawatu, cunhatã do clã Aruak, tem sua aldeia dizimada por brancos. Apesar de ser forçada a viajar para um local desconhecido, casar-se com guerreiro de origem Karib e sofrer com as diferenças de costumes de seus familiares, ela se apaixona.

MAIS DE 100 PÁGINAS DE PURA EMOÇÃO!