O coqueiro gigante é uma palmeira nativa da Ásia, que foi introduzida no Brasil através do estado da Bahia, sendo hoje frequentemente encontrado nos quintais do norte.

     Esta planta apresenta um monocaule (solitário) liso, que pode atingir mais de 30 metros de altura, tendo como média de diâmetro de tronco 45 cm.

      Na parte terminal do caule deste vegetal, onde nascem e se reúnem em média 27 grandes folhas pinadas (como penas) encontra-se o palmito comestível.

     O florescimento do coqueiro gigante é tardio, iniciando após 6 ou 8 anos do plantio. As inflorescências são monoicas, paniculadas e axilares, estão protegidas por brácteas, e possuem flores brancas masculinas e femininas no mesmo cacho, mas a polinização é cruzada devido às flores masculinas abrirem-se antes das flores femininas, feita por insetos, água ou vento.

     O coqueiro apresenta florescimento continuo e frutificação durante todo o ano.

     Os cocos são drupas ovoides que tem casca grossa e fibrosa. Sua semente é protegida por um endocarpo duro espaçoso, que contém reservas sólida e líquida de alimento. O embrião é envolvido pelo albúmen sólido, branco, carnoso, comestível e oleoso (copra) e o resto da cavidade é preenchida pelo albúmen líquido (água de coco).

     A propagação do coqueiro gigante é feita por sementes. O seu fruto se espalha facilmente através das correntezas, pois flutua. Se uma planta for bem manejada pode ultrapassar 60 anos com boa produção.

     Os frutos do coqueiro gigante, possuem tamanho médio e grande, perto de 25 x 35 cm, são comercializados geralmente a granel e sem casca, como coco seco para a indústria de processamento, sendo seu ponto de colheita de 11 a 12 meses após a abertura da inflorescência

     Na Amazônia, o coco gigante é utilizado como fruta, no estado fresco, seco ou ralado sendo muito empregado na produção de balas, doces e sorvetes.

ARECACEAE - Cocos nucifera Typica Nar    

     Albúmen: é a reserva alimentar guardada na semente.

     Copra é a carne branca do coco.

     Drupa: tipo de fruto que contém uma semente, a qual só desgruda do caroço de forma mecânica.

     Endocarpo: região do fruto que protege a semente.

     Monoico: vegetal em que cada indivíduo apresenta flores masculinas e femininas.

CLIQUE AQUI! COMPRE NOSSO E-BOOK!
VENDA DISPONÍVEL NA AMAZON.COM
COLEÇÃO: AMAZÔNIA, O MUNDO DAS MULHERES DO NORTE

WAWATU DA AMAZÔNIA 

 

      Na Amazônia, do século XIX, devido à cobiça pela borracha, Wawatu, cunhatã do clã Aruak, tem sua aldeia dizimada por brancos. Apesar de ser forçada a viajar para um local desconhecido, casar-se com guerreiro de origem Karib e sofrer com as diferenças de costumes de seus familiares, ela se apaixona.

MAIS DE 100 PÁGINAS DE PURA EMOÇÃO!

QUER GANHAR 24 E-BOOKS GRÁTIS E CONCORRER A PRÊMIOS MENSAIS?

DIGITE E-MAIL, CLIQUE EM ENVIAR E RECEBA DE 15 EM 15 DIAS UM E-BOOK...

Livro "No Mundo das

Mulheres do Norte"

+

Frete Grátis = R$ 49,90

Clique Aqui!

Compre Agora!