Trinta Reis de Bico Amarelo Sterna eurygnatha Laridae Ave Marinha Pássaro do Litoral Atlantico Bicho da Amazônia Floresta Água do Norte Celcoimbra Fauna Amazônica Cayenne Tern golondrina de mar gaivota

     O trinta réis de bico amarelo, também chamado de andorinha de bico amarelo, é uma ave marinha, presente no Brasil ao longo do litoral, que ocasionalmente sobe o rio Amazonas, sendo muito comum encontrá-los aos bandos, pescando no oceano Atlântico da costa da Amazônia.

      O gênero Sterna apresenta muitas variações morfológicas e a espécie S. eurygnatha não foge a regra.

      Estudos recentes demonstram que tanto adultos como jovens podem apresentar cores diferentes (preto e amarelo) de bico e pernas, e que seus ovos são manchados de preto, mas podem ter cores cinza, creme ou marrom. Os adultos possuem em média 37 cm, tem asas longas, pernas curtas e dedos unidos por membranas. A cauda é bifurcada e o bico é reto e pontiagudo. Na época do acasalamento geralmente apresentam o dorso cinza, a parte inferior do pescoço até o rabo na cor branca e um chapéu preto. Fora da época da cópula expõem a fronte branca.

      Os pontos de reprodução no Brasil deste animal são algumas ilhas litorâneas da região sul e sudeste. Lá eles constroem colônias e cuidam dos filhotes em simpatria com outras aves marinhas. A escolha do local de nidificação pode mudar de um ano para outro, bem como o lugar pode ser abandonado pelos adultos, caso o berçário seja perturbado em excesso.

       Os pares são monogâmicos. O ninho é simples e construídos em terreno seco ou em arbusto. A fêmea coloca normalmente só um ovo. O filhote nasce nidífugo, coberto de penas, capaz de caminhar e se alimentar sozinho. É cuidados por ambos os pais.

      Por serem pássaros pequenos, seus ovos e suas crias sofrem muito a predação de aves maiores, principalmente das gaivotas, urubus e gaviões.

      O tempo de choco dura cerca de 27 dias e as andorinhas costumam iniciar seus voos na quinta semana de vida.

      Esses animais são gregários e piscívoros. Aproveitam-se dos descartes da atividade pesqueira ou se alimentam no mar aberto. Pairam no ar, mergulham de grandes alturas, com o bico voltado para baixo e capturaram pequenas presas embaixo da água. Promovem um belíssimo espetáculo contrastando com as praias e as cores das águas tropicais.

 LARIDAE  - Sterna eurygnatha  

          Obs: *FILHOTES NIDÍFUGOS OU PRECOCIAL = nascem cobertos de penas, são capazes de se alimentar sozinhos e de  caminhar ou nadar, saindo do ninho e acompanhando os pais.

Trinta Reis de Bico Amarelo Sterna eurygnatha Laridae Ave Marinha Pássaro do Litoral Atlantico Bicho da Amazônia Floresta Água do Norte Celcoimbra Fauna Amazônica Cayenne Tern golondrina de mar gaivota

CLIQUE AQUI! COMPRE NOSSO E-BOOK!
VENDA DISPONÍVEL NA AMAZON.COM
COLEÇÃO: AMAZÔNIA, O MUNDO DAS MULHERES DO NORTE

WAWATU DA AMAZÔNIA 

 

      Na Amazônia, do século XIX, devido à cobiça pela borracha, Wawatu, cunhatã do clã Aruak, tem sua aldeia dizimada por brancos. Apesar de ser forçada a viajar para um local desconhecido, casar-se com guerreiro de origem Karib e sofrer com as diferenças de costumes de seus familiares, ela se apaixona.

MAIS DE 100 PÁGINAS DE PURA EMOÇÃO!

QUER GANHAR 24 E-BOOKS GRÁTIS E CONCORRER A PRÊMIOS MENSAIS?

DIGITE E-MAIL, CLIQUE EM ENVIAR E RECEBA DE 15 EM 15 DIAS UM E-BOOK...

Livro "No Mundo das

Mulheres do Norte"

+

Frete Grátis = R$ 49,90

Clique Aqui!

Compre Agora!