O mutum pinima é a mais conhecida espécie de mutum do Brasil, um grande galináceo encontrado em estado selvagem na região Amazônica, vivendo em áreas de matas de terra firme e várzea.

     Este animal tem hábito diurno e arborícola. Ele se alimenta de insetos, aranhas, frutas, brotos, folhas, sementes e dorme empoleirado nas árvores, mas sempre desce ao solo para forragear e gosta de caçar vermes, invertebrados e pequenos vertebrados nas praias.

     Suas principais características físicas são:

     ·Mede cerca de 85 cm quando adulto, podendo pesar mais de 2,5 quilos.

     ·Os olhos são negros, mas mudam para vermelho na época do cio.

     ·As narinas são amareladas.

     ·Possui na cabeça um penacho de penas recurvadas para cima.

     ·O macho e a fêmea do mutum pinima têm aparência completamente diferente, com acentuado dismorfismo sexual, onde:

           O macho apresenta:

  • O dorso do corpo recoberto de penas negras.

  • Um penacho na cabeça todo negro.

  • A barriga branca.

  • As pontas das penas da cauda brancas.

  • A base do bico amarela e a ponta do bico negra.

  • As pernas curtas, pés e dedos cinzentos.

          A fêmea exibe:

  • O dorso do corpo recoberto de penas marrons rajadas de branco.

  • Um penacho da cabeça com a base feita de penas brancas, com detalhes nas pontas em preto.

  • O peito alaranjado.

  • A barriga amarelada.

  • As pontas das penas da cauda brancas.

  • As pernas curtas, com pés e dedos amarelados.

  • O bico cinzento.

     Os casais monogâmicos constroem o ninho de gravetos, sobre árvores. As fêmeas colocam de 2 a 5 ovos ásperos e brancos. A fêmea faz a incubação dos ovos, e é alimentada pelo macho que permanece por perto para defender a família. Os ovos são chocados por cerca de 33 dias. Os filhotes são nidífugos: nascem emplumados, podem andar, dormem sob a proteção das asas da mãe e acompanham os genitores na coleta de seu alimento. O casal cuida das crias e os resguarda ferozmente por mais de 4 meses, até aprenderem a se defender sozinhos.

     Esta ave pode viver mais de 20 anos, entretanto apesar de ter sua caça proibida por lei, este animal ainda é muito predado pelas comunidades amazônicas e indígenas que consideram sua carne uma iguaria farta, suculenta e saborosa.

     Este galináceo quando ameaçado ou irritado abre as penas da cauda em forma de leque e eriça o topete.

     Os mutuns pinimas vivem aos pares ou em pequenos grupos familiares, são dispersores naturais de coquinhos e sementes duras, que engolem e eliminam junto às fezes em suas andanças pela floresta.

CRACIDAE - Crax fasciolata

     Nidífugo ou Precocial: filhote que nasce emplumado, de olhos abertos e pode andar e se alimentar logo após o nascimento.

Amazônia Mutum de Penacho  Crax fasciolata CRACIDAE Floresta Água do Norte Celcoimbra Site Santarém Amazonia Amazonica Amazônica Amazon DEF Marketing Turismo hotel hotéis pousada restaurante nome científico

CLIQUE AQUI! COMPRE NOSSO E-BOOK!
VENDA DISPONÍVEL NA AMAZON.COM
COLEÇÃO: AMAZÔNIA, O MUNDO DAS MULHERES DO NORTE

WAWATU DA AMAZÔNIA 

 

      Na Amazônia, do século XIX, devido à cobiça pela borracha, Wawatu, cunhatã do clã Aruak, tem sua aldeia dizimada por brancos. Apesar de ser forçada a viajar para um local desconhecido, casar-se com guerreiro de origem Karib e sofrer com as diferenças de costumes de seus familiares, ela se apaixona.

MAIS DE 100 PÁGINAS DE PURA EMOÇÃO!

QUER GANHAR 24 E-BOOKS GRÁTIS E CONCORRER A PRÊMIOS MENSAIS?

DIGITE E-MAIL, CLIQUE EM ENVIAR E RECEBA DE 15 EM 15 DIAS UM E-BOOK...

Livro "No Mundo das

Mulheres do Norte"

+

Frete Grátis = R$ 49,90

Clique Aqui!

Compre Agora!